Vivendo e convivendo em sociedade há quase 38 anos, olha que é tempo, chego a conclusão que os semelhantes se atraem. Em Mogi das Cruzes, por exemplo, tem uma estelionatária, gorda e feia, que circula em sociedade como se fosse a mulher mais honesta do mundo. Passeando pelo Facebook percebo que está sempre cercada de mulheres, que são conhecidas em sociedade, e é fácil constatar que as semelhantes se atraem. São farinha do mesmo saco. Essa mulher me roubou literalmente. Até boletim de ocorrência fiz contra ela. Mau gosto não se discute, se lamenta.