Gente, depois de amanhã, escolheremos o próximo presidente do Brasil. Olha só a responsabilidade. E pelo que percebo, como jornalista afinado à democracia, onde ideias são compartilhadas, discutidas, respaldadas na verdade, que as vezes é dura, como as que Bolsonaro desfralda em sua campanha política, que diante dos últimos acontecimentos, tem sido apoiadas pelo brasileiro que não suporta mais viver em um país corroído pela corrupção, que afeta tudo, diretamente a nossa vida no cotidiano, gerando só mazelas. Só não enxerga isso quem fez a lavagem cerebral do PT, que, felizmente, não convence mais as pessoas que vivem com mais consciência, deixando o time da “Maria vai com as outras”. A debandada ocorre a olhos vistos. Ninguém é tão masoquista a ponto de ver o barco afundando e não pular fora, com colete salva vida, é claro…rs… Bolsonaro, sem dúvida, é a melhor opção. Há dias não me torturo mais assistindo debates e os comentários contra Bolsonaro que agora começam a mudar.  Ele é o alvo de todos os outros candidatos, inclusive do corrupto PT, Até aventam a possibilidade de Bolsonaro sagrar-se vitorioso já no domingo. Nos debates só falam mal dele, é a bola da vez. Os seus detratores são gente muita fina…kkkk… podres politicamente.  O roto falando do esfarrapado…rs… Ouvi uma repórter dizer que se Bolsonaro crescer nestes dois últimos dias, ele pode vencer no primeiro turno. É o óbvio ululante…rs…  Não é preciso ter bola de cristal para se constatar isso…rs…O feitiço vira contra o feiticeiro.  Posso estar errado mas o carismático Jair Bolsonaro, que tem sido alvo dos detratores, constata, que com fé em Deus, pela primeira vez na história brasileira, um homem, do povo, que sofreu  atentado, ficou entra a vida e  morte, no leito de um hospital, agora se recupera em casa, ausente fisicamente de uma campanha, será o nosso próximo presidente do Brasil. Os brasileiros do bem fazem a sua campanha através das Redes Sociais,  vestiram a sua camisa, fui um deles, e apostam que com honestidade pode-se construir um Brasil melhor, pensando mais coletivamente. No domingo, se Deus quiser, e Ele quer, celebraremos a vitória de Jair Bolsonaro nas urnas. Merecemos esse fôlego. Mais cedo ou mais tarde a verdade sempre prevalece.