Acordo na quarta já bem melhor. Aos poucos vou me recuperando. E esse tempo meio de molho, há mais de uma semana, sem dúvida, tem sido enriquecedor do ponto de vista de permitir que eu repense a vida às vésperas de completar os 67 anos e chegue à conclusão que é preciso ter foco e realmente se envolver com o que dá prazer. Quando o tesão acaba em relação à algumas coisas coisas em minha vida,  eu simplesmente mudo, e a minha história em Mogi das Cruzes, de 1975 para cá, como cabeleireiro e como colunista social atesta isso, é muito rica em detalhes permitindo-me permanecer no podium como formador de opinião. As mudanças são sempre muito bem vindas. Em julho faz um ano que resolvi assumir o comando do Caderno W, integralmente, e, confesso, foi a melhor coisa que ocorreu em minha vida. No primeiro momento, sempre, a apreensão, mas com determinação e foco se consegue visualizar um horizonte melhor e os obstáculos vão sendo transpostos, um a um.  Eu vivo esse momento. Trabalhando muito, adoro o que faço, que é observar a vida em sociedade e dela extrair, com bom gosto, elegância e civilidade o que há de melhor e compartilho com style. Esse tempo de molho, ainda esta semana não saio a noite, permaneço em casa, com o intuito de estar inteiro para a minha festa junina de aniversário, que ocorrerá no dia 30 de junho na casa dos amigos Angela e Joaquim Custódio. Cidinha Mennichelli me auxilia na distribuição do convite aos amigos, que convido e faço questão que estejam comigo em uma festa bonita e animada que Messias Venturine está alinhavando e, oportunamente, agradecerei a cada um dos amigos, são inúmeros, que se manifestam com carinho participando da festa com comidas caipiras. É a gostosa soma de boas energias.  O Arraiá do Willy promete. Como na Feijoada do Willy 2017 a Nadia Conceito, que funcionou, e muito bem, como point de venda de camisetas, retorna à cena agora em minha festa de aniversário,  com a adorável, Sol Buser também com os convites. Reserve o seu. Só posso adiantar que a festa junina está sendo produzida com muito capricho. Os festeiros Ângela e Joaquim Custódio me apoiam na empreitada e agradeço-lhes a atenção, o carinho. E nesse clima, de alegria e bem estar, eu evoluo feliz, consciente de que nada nesta vida ocorre por acaso. Quando se planta um trabalho com determinação, os frutos aparecem no momento certo e percebo que o Caderno W se encontra nessa vibe. Evolui com sucesso. E, aproveitando a oportunidade, agradeço aos leitores, alguns milhares, que tem acessado o Caderno W, tanto o impresso como o digital, e feito dele uma de suas fontes de  informação. Gratidão, sempre.