E o Dia dos Namorados chegou. Terça-feira, 12 de junho. Quem ama alguém, com certeza, vai acarinhá-lo, entrar no clima do bem querer, demonstrando com atitudes a sua consideração. Não seja morno…rs…  Estamos todos na mesma sintonia, na energia do amor, que só constrói bons momentos quando exteriorizado com palavras e gestos. Não há melhor energia que essa. Uns amando mais, outros menos…rs…o tempo passa e o que prevalece é o respeito por si próprio e pelo outro, com histórias construídas em ciclos cada vez mais conscientes, que se renovam e alimentam a alegria de viver, em todas as etapas da vida. Há amores eternos e amores passageiros. Aos namorados, enamorados, ficantes, amantes, homem e mulher, homem e homem, mulher e mulher, não importa a preferência sexual, eu desejo um dia temperado com essa energia maravilhosa que é o amor. E o compartilhar aflora naturalmente. O presente é simbólico. O que conta mesmo é a demonstração de carinho, de cuidado com o outro.  Saiam da rotina. Saiam de casa, escolham um lugar para namorar e estar com os amigos. Hoje os restaurantes e bares preparam cardápios especiais para que a celebração do amor ocorra embalada com um pouco de magia, de fantasia. Há ótimas opções, o Caderno W fez um roteiro. Que o amor hoje seja muito celebrado. Ontem a noite conversei com a amiga, Nina, convidando-a para a minha festa de aniversário e a escolho hoje, com o Mário Mattosinho, em foto na festa dos meus 42 anos de colunismo social no Club Med Lake Paradise, para ilustrar a homenagem que o Caderno W presta aos namorados. Celebrando o amor com bom gosto e elegância.