A força-tarefa criada pela Prefeitura de Mogi para fiscalizar casas noturnas, restaurantes e bares que recebem público superior a 100 pessoas, começou seu trabalho ontem (29) e fechou dois estabelecimentos: o Cantagalo e o Norival. No primeiro, o auto de vistoria dos Bombeiros estava vencido e, no segundo, o auto nem existia, ou seja, a casa funcionava sem o alvará dos Bombeiros desde que foi inaugurada. As casas permanecerão fechadas até a regularização da documentação. Até domingo, 21 estabelecimentos serão vistoriados.