A educação faz a diferença no convívio social. E como faz. De nada adianta ter dinheiro e posição social e não ter educação. Por educação se entenda os valores que regem o relacionamento com o outro. Quem vive e convive em sociedade tem que respeitar regras básicas que se aprende em casa e não na escola. Como por exemplo, utilizar as  palavras mágicas, que abrem portas: obrigado, me desculpe, com licença e por favor. Elas nunca saem de moda. Infelizmente, nos dias de hoje são poucos os que as usam com desenvoltura. Sinal dos tempos. Comentava com um amigo, que registrando os fatos que movem a sociedade há 43 anos me surpreendo ainda com a falta de educação de algumas pessoas. Faltam-lhes atitudes positivas. O verniz é de má qualidade e, ao menor esbarrão, deixa à mostra a  sua essência. Não são transparentes, usam máscaras, e acabam naturalmente no limbo social.