Dezembro começou e daqui a pouco, o tempo passa muito rápido, estaremos no Natal e nos preparando para saudar 2019.  Chego ao final de 2018 fazendo um balanço do ano e, confesso, foi bom, aprendi muita coisa, errei e acertei, mas o melhor é que continuo  alimentando o desejo cada vez maior de não mais viver só por viver, de não mais engolir sapos, e livre, leve e solto, como me encontro no momento, cultivando o desapego, com mais consciência, fazendo escolhas mais sábias, a seleção natural dos amigos, diferenciando-os dos conhecidos, a grande maioria. Vivo o momento de “ poucos”  e bons. Amizade se cultiva com bons modos, com reciprocidade de gentilezas. Amigo que é amigo, não precisa falar muito, revela em atitudes o quanto gosta de você.  Piso em 2019 disposto a continuar evoluindo neste sentido, empreendendo conquistas e fazendo o que mais gosto, observar a vida em sociedade e dela compartilhar os melhores momentos com educação, bom gosto, elegância e civilidade, o que é relevante, uma conquista,  devidamente afinado à modernidade da era digital, podendo me dar ao luxo de me comunicar na hora que quero com um público afinado a boa informação, mais light, é claro. Um público conquistado. É o estilo Willy Damasceno, uma marca que trabalho com a maior satisfação e que em 2019 irá fazer toda a diferença no universo social. Referência do que é top. Quem viver, verá…rs…Quem me conhece, sabe que não brinco em serviço. Aos quase 70 anos não posso mais perder o meu precioso tempo com bobagens, que, naturalmente acabam ficando pelo meio do caminho. A limpeza ocorre e se vai ficando mais seletivo.  A vida passa muito rápido e quando percebemos, passou. Portanto, a ordem do dia é vive-la intensamente, fazendo o que gosta. E na vibe de plena positividade desejo a todos uma semana iluminada, energeticamente falando, porque pelo visto aqui na Shalom, o sol não aparece, chove,  teremos dias mais nublados. Tempo bucólico, bom para se ficar em casa…rs…mas o dever chama.