Com a maior satisfação, recebi Helena e Gilson Rudge, na festa dos 43 anos

Já contei como rolou a festa, e continuo compartilhando momentos da comemoração, novos olhares, memorável, dos meus 43 anos de colunismo social, que rolou sobre carretéis, na noite de sexta-feira, no salão do Clube de Campo. Um acontecimento bonito e elegante que os amigos, os que puderam comparecer, é claro, os que o universo me enviou naquela noite para juntos desfrutarmos momentos da mais pura amizade, recordam.  E foi o que rolou. Os convidados chegaram, como se conhecem, não é nem preciso dizer, se formou uma gostosa sinergia, de encontro e reencontros, conferindo à celebração uma atmosfera positiva, do tipo que confere alegria na convivência. José Carlos Cipullo fez os registros convencionais, na entrada, e Marcos Vieira circulou pelo salão registrando a efervescência dos convidados, que rolou endossada pela boa música da Bandit, que tocou em altura que se podia conversar. Colaborou e muito para o sucesso da noite. Como anfitrião, só relaxei mesmo após descer do palco e desfrutei até o último minuto a festa que entra para o rol das memoráveis. Vamos lá, então, à primeira Galeria com fotos de Marcos Vieira. A abro com esta foto onde apareço em companhia de Helena e Gilson Rudge, protagonistas do primeiro casamento – trocaram as alianças no dia 3 de dezembro de 1975 – que registrei para minha coluna no Diário de Mogi, ‘Gente que Acontece’, lançada no dia 29 de novembro. As fotos valem por mil palavras. Quem não foi, perdeu…rs… O olhar de Marcos passeou pelo salão, captando momentos, revelando os convidados radiantes, devidamente inseridos no contexto de uma comemoração efusiva e chic.