Quando estreei como colunista social, em meados dos Anos 70, era moda o Baile de Debutantes, em Mogi das Cruzes realizado pelo colega, Mutso Yoshizawa, em prol das Oficinas de Caridade Santa Rita de Cássia, sob comando de Maria Aparecida de Oliveira Briquet, Marina Chaves de Oliveira e Jandira Batalha. Marcou época.  O tempo passou, e a comemoração dos 15 anos de uma menina ganhou uma  outra embalagem e  continua ocorrendo com a participação da família e dos amigos, afinada aos novos tempos.

Como a que ocorreu, deslumbrante, sábado passado no salão do Clube de Campo. Jamal e Tony Bou  Assi foram os simpáticos anfitriões na comemoração dos 15 anos da filha caçula, Nicoli, que vestindo rosa, linda, diáfana, recebeu os convidados na entrada florida do salão, radiante, e depois como estrela da noite, adentrou dançando, livre, leve, solta e sorridente, participando da celebração propriamente dita, na pista de dança, no melhor estilo libanês, de uma alegria contagiante. O Síntese do Sabor, de Aurea Lombardi e Chris Siqueira serviu os comes e bebes nas mesas e em buffets espalhados pelo salão, de comidas, italiana, árabe, japonesa e mexicana. Impecável.

Marcos Vieira esteve na festa comigo, fez algumas fotos, a máquina pifou, e as que tenho, compartilho em uma galeria, abrindo-a com esta belíssima foto de Nicoli emoldurada por seus pais, mas já entrei em contato com a amiga, Patricia Eroles, que fotografou de mesa em mesa e vai me ceder algumas para a matéria de página dupla na edição impressa de agosto do Caderno W, que celebra os seus 12 anos de existência.