É sempre muito agradável frequentar o Mogi Mater, na condição, é claro, de jornalista…rs… É um hospital dedicado à saúde da mulheres, com destaque para a maternidade.  Estive lá pela primeira vez, conversando com a Suelem Coutinho, do CineMater, parceira do Caderno W,  conheci o hospital inteiro, inclusive a área administrativa, e só tenho elogios. Indiscutivelmente é a melhor opção no Alto Tietê.  E fiz tantos elogios, que o amigo Gabriel Grinberg quis conhecer a Mogi Mater e acabou a escolhendo para a Vanessa dar a luz a Cecília, em parto humanizado, o primeiro que ocorreu lá. Sempre na pole position.  Retornei ao hospital para conversar com o diretor, Jackson Melo, e foi o inicio de um bom relacionamento com o Caderno W,  pautado pelo respeito e consideração. Só para se ter uma idéia, a logo do Mogi Mater está na frente da camiseta da Feijoada do Willy 2019 e na tarde do dia 25 de maio, no Mirante do Paraíba vamos celebrar essa parceria de sucesso.

A amiga Rose Odashima, que é boa de ideias, e as coloca em prática, a exposição “ Bem me Quero” surpreendeu, me convidou para acompanha-la até o Mogi Mater para uma reunião com o Jackson Melo e Elber Augusto Gaban, gerente financeiro, para lhes apresentar o projeto de comemoração, em grande estilo, dos 60 anos do Mogi Mater, que no inicio se chamou “Mãe  Pobre”. Com o apoio do Caderno W.  E aproveitamos a oportunidade para registrar o nosso agradável encontro. São ótimas companhias.