Em 2018 celebrando os 43 anos de colunismo social, com dois livros lançados e preparando o terceiro, o auto biográfico, me permito ao luxo de contar boas histórias. As coleciono. E em tempo de Redes Sociais isso se materializa naturalmente. Hoje, estou mais para o Instagram do que para o Face, que já me cansou…rs… e como estou cada vez mais seletivo, o universo se encarrega de me aproximar de pessoas que desfrutam a vida com bom gosto, elegância e civilidade e se tornam referências do que há de mais refinado. Como jornalista, acompanho, desde o início dos Anos 80,  com a maior satisfação a trajetória do brasileiro Carlos Souza, o Cacá, que é casado com a brasileira Charlene Shorto, ele o embaixador mundial do estilista Valentino. Eles passam as férias de verão 2018 na Grécia. Para quem não conhece o Cacá, abaixo, entre aspas, um trecho de  entrevista publicada na Fashion Forward, em 2015. Como o sigo no Insta,  compartilho fotos, dele e de sua mulher, a bela Charlene como referências de classe e elegância. São como o bom vinho, ficam melhores com o passar dos anos. Eu me insiro nessa safra…rs…Ele é quatro anos mais novo que eu…rs… “Cacá está fora do Brasil desde os 18 anos, quando pegou um avião para desfilar para Valentino a convite do próprio e nunca mais voltou (pelo menos nunca mais ficou por muito tempo), e a preocupação em avisar que troca os idiomas é compreensível. Tirando um italiano scusa, porém, a conversa sobre o trabalho como atual embaixador mundial da Valentino, a amizade de 40 anos com o estilista italiano, os tempos de festas, trabalho, desfiles, estrelas de Hollywood ao lado do designer que virou parte da família (ele é padrinho dos dois filhos de Cacá, Anthony,  e Sean, , transcorre no português com momentos de tecla SAP para o inglês.

Dos tempos do Studio 54, quando fotografava e dançava com Andy Warhol, às festas de Hollywood com Liza Minnelli ou Anne Hathaway, de quem é amigo, o relações-públicas, agora aos 61 anos, continua com a mesma inquietude do início de carreira.”