Desde 2011 fico visivelmente nostálgico quando vai chegando o Dias Mães. Recordo, por conta da profissão, os bons momentos que vivi ao lado de minha saudosa mãe, Maria Herbene Patrício Damasceno, que se foi em outubro de 2010. A vida continua e eu como colunista social não deixo a saudade me abater, muito pelo contrário, tiro dela motivos positivos para continuar vivendo e compartilhando a energia do amor que recebi dela. Escolhi a amiga, Celina Passos Maksud, para representar todas as mamães, inclusive a minha, nesta homenagem que alinhavo com a maior satisfação. Celina é um mulher admirável. Estar com ela é um desfrute. É  espiritualizada, enxerga além das fronteiras da materialidade, o nosso destino. Comprova em atitudes, sempre generosas, a sua crença. Adoro esta foto dela com as filhas Bianca e Dani, fazendo caras e bocas, revelando Luz, a boa sintonia que as une. Feliz Dias das Mães. Em dose tripla, afinal, Bianca e Dani também são mamães. E, corujas. Quem sai aos seus não se degenera…rs… Parabéns, Celina, mamãe e avó.