Este ano, infelizmente, não vou chacoalhar o corpitcho…rs…na Noite da Kanguru. Por ordem médica tenho que ficar de repouso, tenho até saído durante o dia, mas a noite permaneço em casa. Nesta sexta, Ttnina e Faria promovem na ]Thekilla, mais uma edição de um evento que atravessa os anos polarizando as atenções. Vamos e venhamos, tem som mais dançante do que o dos Anos 70? Não. Eu tive o prazer de ir e registrar a inauguração da Kanguru Discotheque, em 1978, e curti muito. Tinha 28 anos, no auge da juventude, iniciando como colunista social. Bons tempos. Recordar é viver. E entro nessa vibe, com esta foto, enviada pelo amigo José Faria Junior, onde apareço nas ótimas companhias de Marcelo e Rita Bonanata, na ultima edição da Noite da Kanguru, a de dezembro de 2016, na Thekilla. A Noite da Kanguru eu diria que é uma boa terapia. Vale a pena desfrutá-la.

Marcelo, Rita e Willy