Desde que meus pais faleceram em 2010 o Natal para mim perdeu o brilho. Não que eu não aproveite a data para uma reflexão, que é sempre positiva, levando em conta que se celebra o nascimento de Jesus, um símbolo do amor, mas já não curto mais. Aceitei o convite da amiga, Nídia Martins para estar na véspera do Natal no apartamento de sua mãe, Nice, e não arrependi. Adorei a companhia delas. Amigas de long time. Havia planejado passar em seguida na casa dos amigos Vera e José Antônio Ribeiro que curtem a netinha, filha de Vanessa, que veio passar o Natal com eles, mas não deu. Não vai faltar oportunidade para eu conhecer a nenê.
 

Nice, Nídia e Willy
Nice, Nídia e Willy