De olho na comemoração dos meus 43 anos de colunismo social, que ocorrerá no salão do Clube de Campo, no dia 23 de novembro, dou-me ao luxo de buscar no arquivo registros que revelem a boa energia que sempre recebo dos amigos e que procuro através deste meu trabalho retribuir fazendo o que sei melhor fazer, valorizar os bons relacionamentos, respeitando as diferenças, e levando em conta a civilidade, item este imprescindível no convívio social. É só vivendo e convivendo em sociedade que nos lapidamos a ponto de podermos frequentar qualquer endereço no mundo. Tenho boas historias das viagens a New York e Paris, aliás, devidamente registradas no livro W Crônica de um tempo, e a comemoração dos 43 decola embalada pelas boas lembranças da vida em sociedade, que me inspiram a continuar observando e compartilhando o que há de melhor no way of live de cada um com os quais me relaciono. A sociedade de 2018 é bem plural. Chic, não…rs…E eu cada vez mais seletivo. Posso me dar a esse luxo…rs… Abro a nova seção, que eu denominaria de Amigos de uma jornada, com Roberto e Cidinha Pires, mais que amigos, irmãos, comigo, na festa dos 41 anos de colunismo social no La Vince, ela “hors concours” em elegância, vestindo, é claro um VZ. Amigos que somam em boas energias. A foto, de Marcos Vieira comprova o quanto vibramos na mesma frequência. Estamos iluminados…rs…Foto para porta-retrato.