Hoje, quarta-feira, pela manhã recebi a notícia de que o Francisco Gil Eugenio, o Chico do Morumbi, havia falecido. E fui checar a triste noticia e constatei que era verdadeira. Como tive a satisfação de encontra-lo num domingo no restaurante Pé de Jaca, fiz questão de ser fotografado ao seu lado e pela foto pode-se perceber que estamos em boas companhias, de Joaquim e Angela Custódio e do neto dele, Gabriel. Recorri ao amigo, André França, sempre bem informado, aproveitei e lhe pedi uma foto, e veio essa. Quando cheguei em Mogi das Cruzes, em julho de 1975, o Restaurante e Pizzaria e Chopperia Morumbi  já existia há muitos anos e permanece até hoje como referência gastronômica e etílica, com um balcão de bar que vive sempre efervescente há décadas. O Caderno W, como não poderia deixar de ser, externa os mais sinceros  pêsames à sua mulher, Rosa, ao filhos Joaquim, Fátima e Rosinha, a toda a família.  O Chico do Morumbi não passou em brancas nuvens por essa existência. Deixa um legado. Deixa saudade na família e nos amigos, que quando se referem a ele destacam o seu coração enorme. O velório ocorre a partir das18 horas no Cristo Redentor.

Momento inesquecivel no restaurante Pé de Jaca. Tive o prazer de rever o Chico do Morumbi e fiz questão da foto ao seu lado, em companhia do neto Gabriel. Só boas lembranças