Eu adoro uma festa. Como colunista social, na estrada há quase 42 anos, tenho demonstrado que a minha especialidade é festa. Pequenas ou grandes, tenho prazer em realizá-las.  Por isso nunca abri mão da comemoração do meu aniversário, que desde 1976 é celebrado com amigos. Muitos já se foram para o andar de cima. Em meu livro W Crônica de um tempo, há centenas de registros de festas que realizei e passeando os olhos pelas páginas se percebe quantos amigos já não estão mais conosco nesta dimensão. E, confesso, bate uma saudade gostosa da minha mãe, do meu pai e de muitos amigos…aquenta coração. A vida continua e é preciso ser celebrada sempre com alegria até o dia em que se vai embora encontrar com as pessoas que amamos. A festa deste ano, observei, rolou perfeita, comme il faut, como diz o francês, nem mais, nem menos, aliás, com tudo na medida certa. Foi um sucesso. O Felipe Sanfona abrilhantou musicalmente a celebração e muitos aproveitaram para dançar.  Como o Clayton Soares e a Drix Pires, o registro é de Marcos Vieira, que curtiram e muito a festa. Com eles abro mais uma Galeria com fotos de Marcos Vieira, cujo olhar passeou e muito bem pela festa.