Em dezembro de 1991 lancei no salão do Clube de Campo o livro Willy & Sociedade, em agosto de 2013, o livro W Crônica de um Tempo e agora me preparo para lançar em 2020, o “ Tô Lembrando”, na comemoração dos meus 45 anos de colunismo social, e os 70 de vida. Aproveito a comemoração dos 44 anos que ocorrerá no final de outubro ou inicio de novembro, estou ainda decidindo, para celebrar o lançamento do projeto que consistirá em uma coletânea de histórias, desde que eu me lembro por gente, aos 6 anos, e de lá para cá passeando pelas décadas, até chegar em Mogi das Cruzes, em 1975, como cabeleireiro e logo me tornar também colunista social, consolidando uma história plenamente  dedicada ao registro da vida em sociedade.

E embalado pela nostalgia, resolvi passear os olhos mais demoradamente pelo arquivo fotográfico, que digitalizei quando editei o W Crônica de um Tempo, e esta foto chamou a minha atenção, e me fez voltar no tempo, e me possibilita contar uma boa história. No foco, Henrique Borenstein, Túlio Dasambiágio, Pedro Conde, um dos donos do antigo BCN, amigo de Henrique, e o prefeito Waldemar da Costa Filho, no Gala dos Destaques & Realces, black tie, que, como colunista do Diário de Mogi, realizei, em 1979, o primeiro, e depois de dois em dois anos, em 82, onde selecionei esta foto,  84, 86 e 88. Um evento que marcou época na sociedade e será devidamente lembrado em meu novo livro. Recordar é viver. E posso me dar a esse luxo porque vivo e convivo em sociedade, observando-a há quase 44 anos, e registrando na pauta do devidos os seus melhores momentos.