Tem início hoje, às 19 horas, a Festa de São Benedito 2019, com uma solene novena, Missa de abertura, com a bênção dos voluntários, que continua até o dia 5 de maio, com celebrações litúrgicas. Amanhã (sexta-feira), às 17 horas, ocorre o levantamento do Mastro e procissão pela Avenida Francisco Rodrigues Filho, e a sua famosa quermesse, a partir das 18h30, que me faz voltar aos  bons tempos dos Anos 70, realizada no Largo Bom Jesus. Claro, que vou aparecer para  conferi-la, ainda mais porque os amigos, Ana Paula e Claudinei Salenco são os capitães de mastro, e  Danielle e Eduardo Ferreira, os festeiros.

São Benedito é um santo católico franciscano que, segundo algumas versões de sua história, nasceu em 1526 na Sicilia (Itália) de família pobre e descendente de africanos escravizados na Etiópia. Outras versões dizem que foi um escravo capturado no norte da África, o que era muito comum no sul da Itália naquela época. Neste caso, ele seria de origem moura, e não etíope. Chamado pelo apelido de “mouro” devido a cor escura da pele. É o protetor dos  negros, dos cozinheiros e africanos, padroeiro dos alimentos. Lembro-me de ter visto em cozinhas de amigos, há long time, a imagem de São Benedito na cozinha. Salve São Benedito!

Danielle e Eduardo, festeiros, e Ana Paula e Claudinei, capitães de mastro, com a equipe de voluntários, abençoados, pelos padres, prontos para Festa de São Benedito, que começa nesta quinta, 25 de abril e vai até o dia 5 de maio