Vivendo e aprendendo viver. Cada vez melhor.  Observo com os amigos que já faz um bom tempo que não faço mais aniversário só para ficar mais velho…rs… É um aprendizado ininterrupto. Garanto, depois dos 60 os valores retornam aos seus devidos lugares e  vivo melhor, mais seletivo em todos os sentidos,  devidamente lapidado pelos “erros e acertos”, podendo me dar ao luxo agora de só fazer o que realmente gosto, ignorando coisas e pessoas  que não acrescentam nada à minha  existência. Assim evoluo feliz, com mais consciência.

Em casa, trabalhando, em pleno sábado, final de tarde, após almoço delicioso no restaurante Pé de Jaca, feijoada impecável- Eliana a prepara com capricho, e agora criou uma versão para os vegetarianos e veganos, que aplaudem a sua iniciativa- com boa prosa com André França, que rola sempre que ele consegue circular pelo salão e varanda, indo de mesa em mesa querendo saber se os clientes foram bem atendidos e o que estão achando da comida, uma das melhores da cidade, que, aliás, recomendo.

A versão vegana da feijoada do Pé de Jaca

Como não poderia deixar de ser, a Feijoada do Willy 2019 se consolida com sucesso, encerro os contatos com os parceiros que vão somar comigo  inserindo as suas marcas na camiseta, e creio que até o dia 15 de abril a mesma já esteja pronta. E aí então Manira Andery e  Rose Odashima, que já está colaborando comigo,  entram em cena e fazem-na chegar aos amigos e aos amigos dos amigos. A camiseta, que este ano será  cinza,  terá na frente a arte de Weberson Santiago, é o passaporte de entrada no evento que em 2019 celebra o seu 23º aniversário. E o Caderno se encarrega de criar um gostoso clima de boas expectativas.

E nessa vibe escolho esta foto, by José Carlos Cipullo, com a amiga, Gigi Monteiro e seu friend, o artista plástico mineiro, Claudio Cupertino, na Feijoada do Willy 2018, para captar os bons fluidos para a edição deste ano. Nem a greve dos motoristas impediu essa amiga querida de comparecer ao Mirante do Paraíba. Aliás, esteve na primeira edição da Feijoada do Willy que ocorreu em 1996 no Clube Vila Santista. Só boas recordações.

Com Gigi Monteiro e Claudio Cupertino na Feijoada do Willy 2018