E o ano de 2018, só começa na próxima segunda-feira…rs… Alguns comércios aproveitaram para emendar até domingo, umas férias meio coletivas. Costuma-se dizer que o ano no Brasil só começa depois do Carnaval ,e  em 2018 ocorre mais cedo, no início de fevereiro, o que é menos ruim…rs…Eu decidi não sair em janeiro, permaneço  em Mogi, trabalhando normalmente, em casa por enquanto, este ano acho que pinta um escritório,  compartilhando informação diferenciada, conferindo alegria de viver aos meus dias e aos de milhares de pessoas. E dou inicio aos projetos, visito amigos e parceiros e preparo uma edição especial de janeiro do Caderno W impresso, o número 400. Paralelamente alinhavo os primeiros textos do novo livro, autobiográfico, que pretendo lançar em novembro de 2020, que, aliás, será o convite para a festa, black-tie, é claro, Mais outro grande acontecimento em minha trajetória de colunista social. Eu sonho. Aliás, sou um grande sonhador. E continuo assim aos 67 anos.  Uma trajetória que renderia vários livros. Quem me conhece e acompanha o meu trabalho pode dizer o quanto Willy Damasceno, mudou, literalmente, em todos os sentidos, nos 42 anos observando e registrando momentos de uma sociedade. Olha, é tempo.  E continuo mudando para me manter no podium como formador de opinião. Chego em 2018 com a consciência de que fazer o que se gosta é o elixir da vida. E eu adoro ser colunista social. Graças às mudanças, sempre quero mais, venho lapidando o portal do Caderno W que entrou em uma nova fase, agora sob os cuidados da Dotstore, de Felipe Martins, e assim vai se consolidando com sucesso. É fruto de muito trabalho, de determinação. Digitalmente aprendo que hábito se forma com boa informação.  E desde o início optei por qualidade. O Caderno W, que inicialmente se chamou Willyvirtual, é um bom reflexo de meu empenho em se reciclar, evoluir, se reinventar e assim conseguir permanecer no mercado como formador de opinião. Olha tenho fôlego…rs…fico velho fisicamente mas mentalmente continuo jovem. Hoje, tenho o sábado mais livre. Almoço no Plancha Parrilla e retorno para casa. A noite vou cumprimentar Daniele  Moya Silva e Daniel Grisaro Franco, que trocam as alianças na mão esquerda, na Igreja Sagrado Coração de Jesus e depois celebram a união com festa no Espaço La Vince. Daniel é filho dos amigos queridos, Márcia Regina Grisaro e Ezelino Xavier Franco Junior. São momentos como esse que conferem um brilho extra à joie de vivre. Não é à toa que gosto muito de festa…rs…Sempre, celebrando a vida. Celebrando o amor, essa energia poderosa, que torna as nossas vidas desfrutável.