O ano de 2019 iniciou e me pego pensando em novos projetos  com o intuito de consolidar o Caderno W como formador de opinião, no Alto Tietê.  Digitalmente vai de vento em popa, sou pioneiro na área com o site Willyvirtual, lançado na Feijoada do Willy de 2000, e que acabou se transformando em Caderno W e, como era esperado, cresce a cada dia o número de acessos, tornando-se fonte de informação de um público descolado que curte evoluir afinado aos fatos que movem  a sociedade. Vivo e convivo em sociedade há mais de 43 anos com gente que faz a diferença em minha existência, tanto pessoal como profissional, e portanto, tenho a satisfação de lhe conferir a devida importância.

No rol dos amigos sempre lembrados, Cidinha e o saudoso, Roberto Pires. Ele partiu fisicamente em agosto de 2018, e a amiga, Cidinha, viu o seu mundo desmoronar. Sou testemunha da vida que tinha com o Roberto. Ele era um gentleman, apaixonado por ela, fazia todos os seus gostos…rs…e foi embora cedo, e faz falta. Um amigo elegante. Como não há outra alternativa a não ser enfrentar a realidade, a vida continua, aos poucos, essa amiga tão querida, emerge, e as lembranças dos bons momentos vividos com o Roberto, lhe renovam o fôlego. Ainda está muito sensível. Fazendo terapia.

No Dia de Reis (6 de janeiro), próximo domingo,  ela rasga folhinha no calendário, e como sempre faço, há anos, compartilho um registro especial recheado pelo bem querer que nutro por ela, com palavras sinceras, considerando-a mais do que uma amiga, uma irmã. Cidinha, eu sei que o momento ainda é suscetível à tristeza, mas quero que  saiba que estou às suas ordens colaborando no que puder para a sua reabilitação emocional. Continue  bonita, por fora e por dentro, elegante e muito amada, agora pelos filhos, netos e amigos. É generosa.

Procurei no arquivo uma foto da Cidoca, como costumo chamá-la carinhosamente, tenho milhares, encontrei esta, onde aparece em companhia da amiga Marina Salgado, sorrindo, naturalmente chic, e com ela evoco as boas lembranças, de momentos que não passaram despercebidos. The best.  Parabéns, Cidinha. Que Deus lhe dê força para superar a dor da separação.  E vai conseguir. É só mesmo uma questão de tempo.

Marina Salgado e Cidinha Pires em acontecimento social. No Dia de Reis, Cidinha rasga folhinha no calendário. E ganha cumpris antecipados