Os amigos que me acompanham nas Redes Sociais sabem que faço campanha para Jair Bolsonaro, e, gratuitamente, … rs … Ganho elogios pela exposição, e daqueles que ainda continuam coniventes com o corrupto PT, é claro, observações, de alguns bem humoradas,  que não merecem relevância. Sou colunista social em Mogi das Cruzes – no dia 29 de novembro vão fazer 43 anos que iniciei na atividade – e posso me dar ao luxo, brinco com os amigos, que sou um sobrevivente …rs… do colunismo social, como nos Anos 70, 80 e 90, não existe mais, de permanecer como formador de opinião, respaldado em trabalho que se mantém renovado por causa de minha inquietação. Adoro mudanças. E elas ocorrem naturalmente em minha vida. Não sou um alienado, e ver o PT querendo o poder de volta, para continuar fazendo o que fez com o nosso Brasil, nos últimos anos, tornando difícil a vida de quem trabalha, não estou imune, não vivo fora da realidade, e como tal me dou ao luxo, como cidadão de apoiar o Jair Bolsonaro em sua missão de exorcizar essa esquerda corrupta que atrapalha a evolução do nosso querido Brasil. Está na hora das pessoas acordarem para a realidade, pensarem um pouco mais com o cérebro do que com o coração. Que é preciso haver uma mudança radical para se consertar o Brasil, não tenho a menor dúvida. O Bolsonaro tem os seus defeitos, como todos temos, mas tem qualidades, como determinação, a consciência de que pode inaugurar um novo momento nesse país, mais digno em todos os sentidos, para todos, superando, como temos visto, momentos difíceis, muito difíceis que, aliás, só lhe trouxeram credibilidade conquistando do Oiapoque ao Chui, simpatizantes pela sua causa, que em são consciência, é também a nossa. Acompanhando desde o início a sua trajetória, eu diria que ganha no primeiro turno, disparado na frente. Quem viver, verá. O brasileiro mais consciente não aguenta mais o cenário que o PT deixou. Turbulento. Confesso, no início pensei no João Amoedo, mas com o passar do tempo, acabei vendo no Jair Bolsonaro, a melhor possibilidade para esse momento em que vivemos, que é de descontentamento geral. Vai Jair, a bola é sua, faça um gol memorável na história do Brasil. Estamos precisando desse fôlego para continuarmos sonhando com dias melhores. E você, sem dúvida, é a melhor opção.