Acordo neste sábado( 5/1), cedo, para variar…rs…e constato que está chovendo e o amanhecer, aqui no meio do mato, rola bem bucólico, ideal para se permanecer em casa, como faço, botando a imaginação para funcionar a fim de compartilhar matérias interessantes, diferenciadas, que conferem um brilho extra a joie de vivre. Perceber e ser percebido com qualidade, se valorizando, numa vibe, eu diria, internacional, de educação, onde os valores, quando distorcidos retornam aos seus devidos lugares.

Sem dúvida estamos vivendo um novo tempo. Sem futilidades, com conteúdo. Em tempo de Jair Messias Bolsonaro, o Mito, aprendemos que a simplicidade tem ressonância positiva. O simples passou a ser percebido porque antes se fazia tudo com “caras e bocas”…rs…, como se marcas pudessem impactar para melhor a vida das pessoas, querendo se parecer com algo que não tem nada a ver com a nossa cultura, esse é o lado positivo que vejo na administração que está apenas iniciando do nosso querido presidente.

Ele é um homem simples imbuído da melhor das vontades de colaborar para a construção de um Brasil, melhor em todos os sentidos. Que Deus lhe dê saúde para enfrentar a maratona de compromissos que surge vigorosa em sua agenda. E só tem pepinos…rs… Sonhou em ser presidente do Brasil e conseguiu chegar lá e a meu ver se sai muito bem no posto. Em 5 dias conseguiu movimentar até a imprensa, que fica de olho em algum “deslize” para fazer alarde. Tem um segmento que sempre arruma um jeito de tecer comentários mais ácidos, que, no frigir do ovos, também são necessários, afinal, vivemos em um país democrático. Um país com muitas opiniões. Assim podemos formar opinião a respeito dos fatos que nos cercam. Com mais consciência.  E não nos tornamos uma “Maria vai com as outras” como vemos ocorrer com a tchurma do PT.

Os tempos são outros. Se em 2018 investi na consolidação do Caderno W, em 2019, energizado por pensamentos positivos, respaldado em muitas experiências, inicio a colheita que, tenho certeza, será fértil, com novos projetos. Respaldado em credibilidade, que é o mais relevante. Fruto de muito trabalho, realizado com amor. Um deles, the best,  a seleção natural dos amigos que faço questão que estejam comigo em 2019, com os quais posso contar, a reciproca é verdadeira, um exercício salutar da vida em sociedade. Vivendo e naturalmente aprendendo a viver cada vez melhor e com gente interessante ao redor. A minha missão, tornar a vida das pessoas mais agradável. Acho que tenho conseguido. Gerar boas expectativas. Naturalmente recorro ao arquivo fotográfico do Caderno W, como faço de costume, deixo os bons sentimentos aflorarem, e escolho a foto que vai ilustrar a  crônica. Nessa vibe, destaco esta foto de Marcos Vieira,  bela foto, onde apareço em companhia dos amigos, Helena e Gilson Rudge, na comemoração dos meus 43 anos de colunismo social, no salão do Clube de Campo.  Uma noite memorável. Celebrando a vida.