A médica de 36 anos, filha de Silvia Helena e Claudio Piergallini, é graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Mogi das Cruzes (FMUMC), desde 2006, e pós-graduada em Dermatologia pela Fundação Souza Marques. Atua, há oito anos, na área de Dermatologia Clínica (cirúrgica e estética). Casada com Fabio Cardoso de Almeida, é mãe de Vitor Piergallini Cardoso. Confira a entrevista: 

 

 

 

Colação de Grau
Colação de Grau
XXXIII Turma de Formandos em Medicina UMC
XXXIII Turma de Formandos em Medicina UMC

Caderno W: Giuliana, você sempre teve o sonho de ser médica, por qual motivo?

Giuliana Wurthmann Piergallini Cardoso: Eu sempre quis atuar na área da Sáude, e escolhi a Medicina como uma forma de ajudar as pessoas por meio da minha profissão.

 

Caderno W: E como descobriu que queria atuar na área da beleza?

Giuliana: No quinto ano de Medicina, passei pelo estágio em Dermatologia, onde tive a oportunidade de fundar a Liga de Dermatologia da faculdade que existe até hoje. Desde então, me  apaixonei, pois encontrei nesta área a junção da Medicina como um todo, visto que atendemos pacientes de todas as idades (crianças, adultos e idosos).  E eu sou apaixonada por crianças. Além de realizarmos pequenas cirurgias na pele (sempre gostei de procedimentos), atuo na área da Cosmiatria e Estética, um lado muito gratificante pois devolvemos ao paciente a sua auto-estima.

 

Participação em congresso
Participação em congresso
Congresso de Dermatologia em Miami (USA)
Congresso de Dermatologia em Miami (USA)
Curso de Dermatologia
Curso de Dermatologia
Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD)
Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD)
Curso de Dermatologia
Curso de Dermatologia
Evento sobre preenchimento
Evento sobre preenchimento
Prêmio Quality
Prêmio Quality

Caderno W: Fale sobre a sua profissão e como lida com as novidades que surgem a cada momento?

Giuliana: Eu participo de congressos, cursos, palestras… É uma área que está em constante atualização e que cresceu muito nos últimos anos, com novos protocolos de tratamento, tanto na Dermatologia Clínica como na Estética, novos produtos cosmecêuticos, modernos procedimentos e técnicas novas de aplicação na área da Cosmiatria. Como médica, busco continuamente por cursos e atualizações para levar os melhores tratamentos para meus pacientes e me sentir realizada profissionalmente.

 

Caderno W: E como é o seu dia a dia profissional?

Giuliana: Eu realizo seis horas de plantão no Pronto-Socorro de Clínica Médica do Luzia de Pinho Melo (SUS), desde que me formei, pois a Dermatologia tem grande relação com diversas outras doenças e assim me sinto uma médica completa. E todos os dia da semana atuo no meu consultório particular, na Clínica GW, onde atendo doenças da pele, cabelo e unhas e realizo muitos procedimentos estéticos como laser, peeling, toxina botulínica, preenchimento e aplicação de bioestimuladores de colágeno por exemplo.

 

Caderno W: Como se mantém atualizada?

Giuliana: Eu participo de pelo menos três congressos nacionais e internacionais ao ano. Além de workshop, cursos de aprimoramento e estudo em casa. Sempre adquiro novos livros da minha área de atuação. Isso é indispensável! Precisamos acompanhar as novidades e nos aprimorar. Fico muito feliz com cada atualização. Como médica, eu busco sempre levar os melhores tratamentos para meus pacientes.

 

Caderno W: Fale sobre a Clínica GW:

Giuliana: A clínica está localizada na Rua Barão de Jaceguai, 1.581. Ela funciona de segunda a sexta-feira, das 9 às 20 horas, e aos sábados, no período da manhã. Também atuam na clínica, uma nutricionista, uma fisioterapeuta dermato-funcional, uma enfermeira, que me auxilia nos procedimentos, e a recepcionista.

 

Caderno W: Qual é o diferencial do seu trabalho? 

Giuliana: Em primeiro lugar, prezo muito pela ótima relação médico-paciente, com carinho, atenção e cuidado. Temos de ouvir o paciente e estar sempre acessível a ele, sabendo orientar com cautela sobre o melhor tratamento e ponderar quando necessário, lembrando que cada paciente é único. Com o aumento do número de  procedimentos estéticos no Brasil e no mundo, houve, consequentemente, um aumento no número de possíveis complicações decorrentes deles (eventos indesejáveis) . Por isto, a importância de fazer este tipo de procedimento com um médico que esteja atualizado para evitar complicações, mas também preparado para tratá-los corretamente, caso isto ocorra. Além disto, muitas vezes numa consulta, por uma determinada queixa estética, podemos examinar completamente o paciente e fazer outros diagnósticos importantes como de um câncer de pele e tratá-lo. Saúde é coisa séria e beleza também. Por isto, cada profissional da clínica atua apenas na sua especialidade, se mantem atualizado na sua respectiva área, além de ter meu respaldo médico em todos os protocolos de tratamento que desenvolvemos em conjunto.

 

Caderno W: Quem são os seus pacientes, homens, mulheres, faixa etária?

Giuliana: Eu atendo homens e mulheres de todas as faixas etárias, inclusive crianças, mas acredito que a maioria ainda sejam as mulheres na faixa dos 40 aos 70 anos.

 

Caderno W: Você esperava por tanto sucesso?

Giuliana: O sucesso é consequência do que plantamos. A partir do momento que trabalhamos com amor e dedicação ocorre o reconhecimento profissional por parte de nossos pacientes e isso é muito gratificante.

 

 

Caderno W: Como avalia o mercado e os concorrentes?

Giuliana: A área da Dermatologia e da Estética cresceu muito, mas existe espaço para todo mundo, cada paciente se identifica com um perfil de profissional e o importante é que médico e paciente tenham uma relação saudável de segurança e satisfação de ambas as partes.

 

Caderno W: A crise atrapalhou os negócios?

Giuliana: Muito pouco. O paciente sempre dá um jeito de se cuidar quando o assunto é saúde e estética.

 

 

Caderno W: Quais são os projetos para 2018?

Giuliana: Muitos cursos, congressos para atualização contínua de toda equipe e aprimoramento além da realização de eventos e palestras na clínica para levar informação, prevenção e novidades para os pacientes.

 

GIULIANA POR GIULIANA

 

Quem é a Giuliana?

Uma pessoa feliz,  realizada pessoalmente e profissionalmente e muito grata a Deus por tudo.

 

O que gosta de fazer nas horas de folga?

Lazer com a família.

 

Tem algum livro de cabeceira?

Médico de homens e de alma, de Taylor Caldwell.

 

Algum sonho por realizar?

Sempre,  quem não sonha fica desmotivado.

 

Um lugar de Mogi das Cruzes:

Pico do Urubu e Parque Centenário.

 

Como concilia a vida familiar com a profissional?

A vida e a vocação de mãe ensinam. Não abro mãos dos finais de semana com a família e algumas manhãs da semana também dedico a meu filho. Acho importante ser uma mãe presente.

 

Uma frase de motivação:

“O sucesso normalmente vem para quem está ocupado demais para procurar por ele” e “Se Deus é por nós quem será contra nós?”

 

Como lida com as dificuldades do dia a dia?

Conversando com Deus. 

 

Como é o seu dia a dia de trabalho?

Intenso e muito agradável. Não sinto o dia passar.