Tudo ocorre em seu devido tempo. Digo isso por experiência própria. São quase 44 anos de trabalho como colunista social, não só registrando os fatos, como também realizando eventos, sempre gostei de festas, que, aliás, marcaram época na agenda social de Mogi das Cruzes. Realizei festas, memoráveis, em Mogi, a maioria, em São Paulo, algumas, em New York, Paris e Buenos Aires. Passeando os olhos pelo meu implacável arquivo fotográfico, agora mais devagar, em busca das boas lembranças, confesso, tenho me emocionado.

As fotos que venho compartilhando em Galeria da Saudade, no Caderno W, esta é a XXVI, revelam momentos que tenho certeza os que viveram na época, e continuam entre nós, e seus familiares, filhos e netos, estão adorando. Muitos até compartilham os registros e esse é o objetivo, gerar um gostoso clima de expectativa em torno da comemoração dos 44 anos que ocorrerá no dia 22 de novembro no La Vince, cujo tema será a Família. Realizei lá a celebração dos 41 anos e gostei muito. E o que é bom se repete.

Agora é o momento de finalizar a produção da festa, com o apoio de Messias Venturine, e creio, que dentro de  alguns dias, tenho mais informações para compartilhar. A partir da agora, a badalação rola solta…rs… Só tenho olhos para a comemoração.  Celebrando a alegria de viver e conviver em sociedade, com bom gosto e elegância, como tem que ser. Cada vez mais abro mão da quantidade em favor da qualidade. O menos é sempre mais…rs… Como diria o francês, c’est la vie.

E abro a Galeria da saudade com esta foto, de um dos bailes de debutantes, que, aliás, marcaram época no calendário social de Mogi das Cruzes, realizados por Maria Aparecida de Oliveira Briquet, Marina Chaves de Oliveira e Jandira Batalha, em prol das Oficinas de Caridade de Santa Rita de Cássia, com o apoio do colunista social, o saudoso, Mutso Yoshizawa, que criava todas as boas expectativas em torno do evento.  O ator Carlos Dolabela foi padrinho de um dos galas. Bons tempos. Recordar é viver.