A poderosa Betty
A poderosa Betty
Viver e conviver em sociedade é uma arte. Os bons relacionamentos, sem dúvida, acrescentam joie de vivre e se chega a conclusão que ter amigos é muito importante. Eu, por exemplo, vibro faz tempo nesta frequencia e os amigos adquirem uma outra relevância. Em 2010 tive a satisfação de reencontrar uma amiga e no final deste ano, trágico para mim, perdi meus pais em questão de sete meses, estiquei até Campinas para esta com ela em um elegante evento. E não nos desgrudamos mais. Podemos não nos ver com frequencia mas nos gostamos muito. Eu falo da maravilhosa Betty Abrahão, que esteve em Mogi nas comemorações dos 3 e 4 anos do Caderno W. O que mais me cativa em Betty, que edita uma revista linda, a Absoluta, é o seu alto astral. Onde chega a tristeza vai embora. Embalado pelo clima fraterno do Natal compartilho a sua alegria de viver. Salve, Betty!