aba_small

Depois de “nossa, que sorte você trabalhar com cerveja!”, a pergunta que mais ouço é sempre a mesma: qual é a melhor cerveja do mundo? E a resposta é muito mais difícil do que parece. Até tenho uma cerveja preferida entre todas, mas isso vou contar mais para a frente.

O problema em responder qual é a melhor cerveja do mundo é a variedade de estilos existente, uns completamente diferentes de outros, o que dificulta ainda mais ter uma única eleita. Geralmente minha resposta é: depende do estilo. Hoje são mais de cem estilos oficiais de cervejas (de acordo com a Brewers Association, entidade máxima da cerveja nos EUA), por isso é tão difícil falar de um único rótulo.

Existe um site chamado RateBeer que costumava eleger anualmente uma única cerveja como a melhor do mundo, de acordo com resenhas de pessoas do mundo inteiro. Agora, a lista é composta por cem nomes dispostos em ordem alfabética, sem ser um ranking baseado em colocações. Os rótulos estão ali porque foram os melhores avaliados durante todo o ano. A lista completa está neste endereço:https://www.ratebeer.com/RateBeerBest/bestbeers-world2017.asp.

O destaque da lista é o último nome, a Westvleteren 12. Ela já foi considerada a melhor cerveja do mundo por anos consecutivos e, até hoje, muita gente ainda a coloca como a imbatível campeã. Eu já tive a oportunidade de prová-la e posso dizer que é realmente muito boa, mas não consigo afirmar se é, de fato, a melhor do mundo.

Alguns outros nomes da lista, como a Rochefort 10 e a St. Bernardus Abt. 12, são facilmente encontradas em lojas e supermercados. Todo mundo pode prová-las e dizer se vale ou não estarem listadas como as melhores do mundo. No entanto, a maioria dos nomes é composta por cervejas cuja produção é bem pequena, e o acesso a elas, menor ainda, sobretudo por motivos de distribuição.

Talvez a melhor cerveja do mundo seja aquela que você tenha a chance de degustar num momento e lugar especiais, com a pessoa que você ama, dentro de um contexto bem específico, como uma viagem, por exemplo. Quando lembrar da cerveja, provavelmente o clima, o ambiente e tudo o mais vão pesar na sua decisão.

Quando tenho de responder à pergunta com uma única cerveja, falo que a melhor do mundo para mim é a Arrogant Bastard, da Stone Brewing, cervejaria da Califórnia. Até pouco tempo, ela não estava disponível no Brasil e eu só tinha tido a chance de degustá-la durante viagens – por isso talvez seja a minha campeã.

Confesso que ainda não comprei a cerveja no Brasil para fazer o derradeiro teste, mas prometo que, assim que fizer, conto para vocês.

unnamed

A coluna foi publicada originalmente na edição 389 do Caderno W.