Até pouco tempo atrás, esse filme constava no catálogo da Netflix.

Apesar de parecer chocante, num primeiro momento, o argumento de ” Natureza Selvagem”, de Jon Krakauer, é inspirador, real, mostrando um país ainda desconhecido para a maioria de nós, brasileiros.

O livro inicia quando o corpo em decomposição de um jovem é encontrado no Alasca. A polícia descobre que se trata de um rapaz de família rica do leste americano que largou tudo, se internou sozinho na aridez gelada e morreu de inanição.  Quem era o garoto ? Por que foi para o Alasca? Por que morreu? Para responder a essas e outras perguntas, Jon Krakauer refaz a trajetória de Chris McCandless, revelando a América dos que vivem à margem, pegando carona ou circulando em carros velhos, vivendo em acampamentos e cidades-fantasmas. Mergulha no mundo da cidadezinha rural, onde homens rudes bebem e conversam sobre o tempo e a colheita. Compara a história do jovem com a de outros aventureiros solitários que tiveram fim trágico.

O resultado é uma narrativa envolvente, por vezes amarga, em que os sonhos da juventude se transformam em pesadelo.

Um livro-reportagem de alta qualidade que, com certeza, vale a leitura.