avatar

Ana Carolina Antunes

Médica especialista em dermatologia pela Sociedade brasileira de dermatologia. Pós graduação em Cosmiatria (estética) e Tricologia (cabelos)/ Unhas

Tanorexia: você sabe o que é?

29 de maio de 2017 | Ana Carolina Antunes

Você já ouviu falar da tanorexia?

É uma transtorno obsessivo por estar bronzeado; doença caracterizada peleo vívio ao sol, acomete principalmente mulheres entre 20 e 40 anos. Transtorno psicológico, mais comum em pessoas com baixa autoestima, que dão muita importância à sua imagem e que sofrem de ansiedade

As pessoas que sofrem esse transtorno, nunca estão satisfeitas com o seu tom de pele e fazem de tudo, até mesmo arriscar a vida, para ficarem mais bronzeadas.

No verão, os portadores da doença abusam do sol, sem o uso de qualquer proteção e, no inverno, utilizam de forma illegal, compulsiva e incontrolada as sessões de bronzeamentos artificiais (que estão proibidas para uso estetico). Isso leva frequentemente a queimaduras da pele, envelhecimento precoce, manchas e ainda o câncer da pele.

À semelhança das pessoas que sofrem de anorexia, que nunca se veem como magras, mesmo quando assim estão; também muitos dos que sofrem de tanorexia nunca se consideram suficientemente bronzeados, mesmo que exibam uma pele exageradamente pigmentada pelo sol.

A tanorexia pode levar `a transtornos graves de pele e psicológicos, exigindo tratamento com psicoterapia e algumas vezes medicamentoso, uma vez que a exposição solar está diretamente ligada a liberação de endorfinas, podendo dessa forma o indivíduo apresentar abstinência se não for conduzido adequadamente.

Dra Ana Carolina Antunes

Dermatologista


Food Dectetive: o que é? para que serve?

27 de abril de 2017 | Ana Carolina Antunes

Convidei mais uma vez, a querida nutróloga e cardiologista Dra Loreta Lopez, para esclarecer sobre o exame que está super comentado nas redes sociais nos últimos tempos!

Comida saudável todos os dias

“FoodDetective

O FoodDetective é um exame realizado para investigar intolerâncias alimentares, ele detecta 3 níveis de intolerância grave, mediana ou fraca. Chegou ao Brasil em 2011 e foi desenvolvido em Cambridge, na Inglaterra, consegue detectar intolerância a 59 tipos de alimentos. É um exame simples e rápido que pode ser realizado durante a consulta, leva cerca de 40min para analise e resultado. É um exame seguro, que necessita de apenas uma gota de sangue para sua realização (muito parecido com exame de dextro, o do furinho no dedo, em pacientes com Diabetes Melitus em uso de insulina). Ele identifica anticorpos do tipo IgG para 59 alimentos. O exame é Registrado e certificado MS – ANVISA 801153014, exclusivo para profissionais de saúde em consultórios e laboratórios. Testes como esse detectam o anticorpo IgG, produzido pelo sistema imune em reação a alimentos específicos, a literatura científica sugere que a presença de IgG é marcador de exposição a esses alimentos.

Alimentos Investigados

* Leite e Ovos: Leite de Vaca, Ovo Total (clara e gema)

* Peixes, Crustáceos e Frutos do Mar: Bacalhau, Hadoque, Linguado, Salmão, Truta, Atum, Camarão, Caranguejo, Lagosta, Mexilhão.

* Frutas: Maçã, Groselha Preta (Cassis), Azeitonas, Limão, Laranja, Grapefruit, Toranja, Tomate, Melância, Melão, Melão Cantaloupe,Morango.

* Grãos e Cerais: Trigo, Trigo duro, Glúten, Aveia, Arroz, Centeio, Milho.

* Ervas e Especiarias: Gengibre, Alho, Mel, Fermento, Leveduras (panificação e bedidas).

* Carnes: Carne Bovina, Frango, Cordeiro, Porco.

* Castanhas e Sementes: Amêndoa, Castanha do Pará, Castanha de Caju, Noz, Noz de Cola,Amendoim, Lentilha, Ervilha, Feijão, Soja, Cacau, Gergelim, Girassol.

* Vegetais: Brócolis, Couve / Repolho, Cenoura, Alho Porró, Batata, Aipo, Pimentões, Cogumelo.”

DRA LORETA LOPEZ

Dra Loreta Lopez

Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina De Teresólopolis UNIFESO
Residência Médica em Cardiologia no Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo
Especialização em Nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia
Pós graduaçao em Medicina Funcional e Pratica Ortomolecular pelo Centro de Medicina Integrada Dr. Artur Lemos


Saúde e Bem estar: Benefícios do Yoga

27 de março de 2017 | Ana Carolina Antunes


yoga

Em conversa com a Professora de Yoga Leda Fernandes, soube dos benefícios do Yoga na vida, além da belíssima técnica desenvolvida por Dinah Rodrigues, uma “senhora” que está em plena forma aos seus mais de 90 anos!

Por esse motivo, divido essa semana com vocês, um resumo do que aprendi e que certamente será uma fonte aos que buscam bem estar e saúde.

“Yoga é a arte e a ciência para aquisição da perfeita saúde do corpo, infinita felicidade da mente e completo desenvolvimento da alma”. (Swami Digambarji)

Qualquer pessoa pode praticar yoga, independente da sua idade e do condicionamento físico. Para que os benefícios da yoga sejam percebidos, sua prática deve ser regular.

Alguns benefícios de Hatha-Yoga:

– Flexibilidade do corpo;

– Melhora da postura;

– Alívio das tensões;

– Melhora da qualidade do sono;

– Calma mental;

– Concentração;

– Equilíbrio das funções digestiva, circulatória e respiratória;

– Habilidade de adaptar-se a diversas situações da vida.

 

Yogaterapia hormonal:

Consiste em posições de yoga específicas, “asanas”, unidas à ação respiratória, “bastrika”, cujo objetivo principal é direcionar a energia para ativar a produção hormonal da mulher; em especial: ovários, tiróide, hipófise e supra-renais.

O Yogaterapia Hormonal para a menopausa e problemas hormonais, técnica criada e desenvolvida pela professora Dinah Rodrigues, no início dos anos noventa, age de uma forma natural e eficiente na fisiologia feminina.

A maioria das mulheres sofrem com alterações nos níveis hormonais, que provocam transformações físicas e emocionais. Como a TPM, a tensão pré-menstrual, que pode surgir até duas semanas antes da menstruação e trazer sintomas que, na maioria das vezes, causam um enorme desconforto e afetam sua rotina, como: ansiedade, nervosismo, tristeza repentina, choro fácil, sentimento de rejeição, baixa auto-estima, insônia, irritabilidade, cansaço, diminuição da libido, retenção hídrica, sensação de inchaço, dores musculares e cefaléia.

Outros disturbios que poderão ser beneficiados pelo Yogaterapia hormonal são: cólicas menstruais, climatério/menopausa, infertilidade, diabetes, entre outras doenças ligadas `as nossas glandulas.

Vale a pena conferir!

thumbnail_IMG-20161017-WA0013

Profa. Leda Maria Fernandes

Terapeuta ocupacional pela PUC Campinas

Formação em Yoga pela FMU e IEPY Com Marcos Rojo

Formação em Yoga hormonal com Dinah Rodrigues

Aulas particulares domiciliar (Mogi das Cruzes e região) e na Paróquia Nossa Senhora do Socorro em Mogi das Cruzes/ SP

Contato- (11) 98463-2044

 


Cuidados com alimentos!

18 de março de 2017 | Ana Carolina Antunes

Já dizia o “pai da medicina”:

“Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio”
Hipócrates

Em tempos de possíveis fraudes no setor alimentício do país, os cuidados com a alimentação devem ser redobrados!

Por esse motivo, enquanto aguardamos esclarecimento sobre as questões levantadas ontem, segue o alerta da cardiologista e nutróloga Dra Loreta Lopez, em seu Instagram essa manhã:

 

@loreta_lopez

@loreta_lopez